segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Ironias de uma gaja com o karma mais fodido do universo

Matthieu Bourel


Eu era gorda.
Eu agora estou magra.
Perdi 8 kg. Ou 9.
Talvez 10... não sei bem.
A merda da balança eletrónica que comprei, porque era em vidro e ficava esteticamente impecável na casa-de-banho, é uma grande banhada e não tem sido, propriamente, fiel, por isso já não sei a quantas vou.
Certo é que afinei.
E, apesar de andar há demasiados anos nisto do engorda/emagrece, a verdade é que já não tinha este peso há uns quinze anos... com a vantagem de ser trintona com este peso o que torna a coisa sobejamente mais interessante e, por essa razão, mal ou bem, a autoestima também lá se endireitou um bocadinho.
Antes do Verão chegar, quando decidi que tinha de perder peso de maneira mais definitiva e permanente (compromisso de fim/início de ano, está num dos posts) a minha grande visão era aquela de ir arrasar para a praia.
De me enfiar num biquíni XXS e não tufar nem um milímetro de pele. Tufar apenas aquela bolinha de carne das nádegas rijas que até se agradece que tufem.
Visualizava - como a cenourinha sempre à frente do nariz - a pele dourada, o cabelo comprido e o corpo esguio a desfilar pela praia metida numa tanga caliente - não badalhoca - e espetar na cara das miúdas de vinte anos "tomem lá que eu sou melhor que vocês".

Ora bem, tenho novidades (parte 1 do Karma, vá, lixado):
Comprei um fato-de-banho.

Finalmente comprei um fato-de-banho com um modelo estonteante, vermelho, que me deixa partes de fora que podem estar de fora, e partes tapadas que devem estar tapadas.
Isto em teoria.
Comprei o fato-de-banho quando estava com os tais não-sei-quantos-quilos a mais e por isso estava justo e perfeito.
Agora, não-sei-quantos-quilos depois... ele é mama para cá, ele é mama para lá, e quando saio do mar sou um misto de Lili Caneças com Amália, que ora tenta erguer a cabeça "olhem para mim que sou tão bela" com um "Que fado o meu, porra, valha-nos Deus, queira Nossa Senhora de Fátima que estas maminhas, que agora parecem sacos de chá, não se tenham esgueirado e já estejam a chegar aos joelhos".
Resumindo, agora que comprei um fato-de-banho, sem ser de avó, não tenho corpo para o usar.

Parte 2 do Karma Fucked Up:
Não vou à praia este ano.
Sim, correto, é isso mesmo.
Consegui o corpo, não consegui a ida à praia.
Há quinze, QUINZE, anos que não tinha este peso, que não me sentia bem comigo, e não só arranjei uma burka largueirona que não me serve de nada como nem sequer vou à praia.
Há dez anos que não estava sem fazer praia.
Enquanto fui gorda e só encontrava biquínis houve sempre praia.
Agora é que não há praia.
Giro né?

Parte 3:
Neste quinze dias de férias que se seguem vou fazer obras em casa, pintar, limpar, e arrumar uma coisa a que chamo closet mas que, em bom rigor é um bunker para onde mandamos roupa.
Estou que nem posso de felicidade.

O bom disto, é que pelo menos o trolha que lá irá a casa, e o escadote onde me vou montar a maior parte dos dias, vão poder ver a Pamela que há mim.
Pelo menos isso...
Com sorte, com o cheiro do diluente, três dias depois já olho para o trolha e vejo o Mitch Buchannon e sempre ganho as férias.


8 comentários:

  1. e a minha lente sem poder chegar a isso tudo...
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aposto que volto a ganhar os 10kg e nem uma foto de como estou agora vou ter.
      O destino não me quer Pamela.
      O destino quer-me... panela :)
      Beijinhos querida.

      Eliminar
    2. O destino quer-te linda como és... com ou sem 10kg!
      Beijo grande

      Eliminar
  2. A única autoestima (blherg para o conceito e o estereótipo acoplado) que eu concebo é feita disto mesmo, ironia, humor, Pamelas & Respectivos no devido lugar: reduzidos à sua insignificância.

    Congrats!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se eu não levar isto, minimamente, a rir... dá-me um fanico.
      Mas daqueles de ficar com a boca à banda.

      Obrigadinha :)

      Eliminar
  3. Do as you wish.
    Sei do que falo, fui durante anos a magrinha de serviço :)

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pela perda de peso. É assinalável e fico contente por ti. E quero dizer-te que a praia este ano esteve Fucked Up!! Para o ano tás lá batida.

    ResponderEliminar
  5. Bem... depois de tanto esforço e resultados fantásticos garanto que desfilava pelo areal das praias, nem que fosse só ao fim de semana!
    Parabéns!

    ResponderEliminar