quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Se eu te disser



Se eu te disser que esta felicidade se transforma em infelicidade mal viras as costas, não irás compreender porque sorrio em vez de chorar.
Se eu te disser que quando falo no futuro não me vejo a arrancar os pés do presente, irás questionar-te se afinal te ando a mentir.
Se eu te disser que a palavra amor é apenas sinónimo da palavra amizade, irás perceber que tudo não passa de calor nos pés e beijos sem emoção.
Se eu te disser que quando te escrevo palavras de amor imagino alguém que não és, irás querer chorar em vez de reagir.
Se eu te disser que não me importo de viver a tua vida em vez da minha, irás pensar que é verdade mas bem lá no fundo saberás que, se prefiro viver outra vida que não a minha, também não seria a tua que eu escolheria.
Se eu te disser que adoro a tua brandura em vez de um circo de emoções, irás compreender que se não me abandonares nunca serei eu a ter coragem de o fazer.

Se um dia me disseres que descobriste que este amor nunca fecundou, irei descobrir que, afinal, a minha vida não existe sem ti.



1 comentário: