segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Pesado o peso que se carrega




O tamanho do peso que te ponho,
Tem a proporção do peso que lhe sinto.

Tem o peso que lhe conheço,
Aquele que desconheces,
E a soma dos dois.

Pesa mais que a consciência de si mesmo.
Pesa mais que a importância que lhe dou.
Será possível carregar algo assim?
Será possível ter este peso nascido de mim?

Perdoa o que desconheces mas está por vir,
Ou já assentou.
Perdoa esta carga,
Este peso,
Que a minha imprudência,
Te deixou.



2 comentários:

  1. Feliz Natal minha querida. Tudo mas mesmo tudo de bom.

    ResponderEliminar
  2. Oh, que bonito.
    Obrigada uva.
    Não esperava ninguém por estas bandas a desejar-me um bom Natal.
    Soube-me bem. Muito obrigada! Mesmo!
    Um feliz Natal também para ti e para o resto do cacho :-)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar