terça-feira, 26 de novembro de 2013

Bizarrias, Google e Blogs - II



Não, não venho falar do Big Brother nem do Secret Story.
(Um grande Oooohhhhhhhhhhhhhh...)

Vamos falar de coisas sérias.
Na altura senti-me desconfortável com a situação porque, se por um lado achei que estava a enganar as pessoas [há que ser honesto, ninguém vai encontrar aqui uma resposta para a pergunta "Como saber se sou gay?" nem vai encontrar "Trancas para homens", e é uma pena, porque este blog seria muito melhor se aqui se encontrassem respostas às inquietações das pessoas], por outro lado estava a divertir uma, não menos importante, parte do público [que eu sei que vocês gostam muito mais de uma rambóia do que de poemas tristes, e ai a morte e a desgraça da minha vida, e os anjos que me vão levar desta para melhor, e o raio que me parta...].

Mas hoje, que até estou particularmente entediada, voltei a deparar-me com as pesquisas que as pessoas fazem, por esse mundo fora, e que as trazem até ao Dias Cães.
As pesquisas estão menos intensas, talvez menos ousadas, é um facto. São também em menor número, mas, bem sabemos, que a culpa é da crise.
Ai não é?
Mas vamos dizer que sim, está bem?

Ora aqui ficam as novas pesquisas (são poucas mas é o que temos):


Os Chineses têm pila pequena - Ai filha, se fossem só os Chineses... Mas adiante. Se isto era só uma afirmação, um recado, uma chamada de atenção, um alerta para a minha pessoa, fica aqui registado que chegou cá e que eu li. Mas tenho uma informação para a troca: Os Chineses comem cães, e gatos, e ratos, e a mãe, e a tia, e a avó, e a prima afastada... De certeza que ainda queres ver se os Chineses têm a pila pequena?


Me chama de putinha safada - Não nego que acho isto divertido. "Putinha Safada" é bonito. Até tem assim um ar carinhoso. Quase em contraste com a nalgada bem assente que um pedido destes merece. Do género: "mi batxi na bundinha e mi chama dxi putxinhá Safádaaaaaa". 
Agora porque é que isto veio para a este blog eu não consigo saber. É para eu chamar putinha safada a alguém? (Por acaso és a minha vizinha do 4º Esquerdo? É que se fores ouve-me bem! Ando há meses para te dizer: "Bom dia sua putinha safada, vê lá se levas o cão a mijar à rua em vez de me mijar aqui no tapete"). 
Vai-se a ver e isto pode ter múltiplas utilidades.
Obrigada pelo seu contributo nestes blog, cara leitora!


Pila grande pequena - Ou é grande ou é pequena, decida-se. Ou quer ver o catálogo todo? Ou está a falar enquanto objecto tridimensional que pode ser grande no comprimento e pequeno na largura? Ou grande na largura e pequeno no comprimento? E na altura? Onde entra a altura? 
Agora percebo a rasteira nesta pesquisa. Pode ser uma assunto muito complicado.
Quer um conselho? Para reduzir o número de resultados no Google procure só "pila grande". Tá ?


Vaca e puta diferença - Às vezes também tenho dificuldade em distinguir. Por isso, aqui fica o meu truque, uma mnemónica infalível:
Eu penso nas pessoas aqui no meu trabalho e questiono-me: "A gaja que me entalou junto do chefe é uma vaca ou uma puta?" (resposta: é uma vaca); 
E questiono-me "A gaja que anda a papar o meu chefe, que é casado, só para subir na carreira, é uma vaca ou uma puta?" (resposta: é uma puta).
Não sei se sei explicar bem isto mas acho que tem a ver com a combinação de sexo, dinheiro e esperteza. Porque vejamos, a vaca nem fode, nem é aumentada, nem é lá muito esperta porque, se fosse, não se tinha metido comigo. E a puta, fode com o chefe, é aumentada, e ainda tem a esperteza de precisar de mim.



Sem comentários:

Enviar um comentário