15.4.15

Até que a morte nos separe



Não tenho ilusões:

- Não vai ser sempre fantástico;
- Não me vão brilhar os olhos todos os dias;
- ... Não vamos pinar todos os dias;
- Talvez nem venhamos a pinar todas as semanas...;
- Não vou sorrir sempre que ele disser uma parvoíce;
- Sei que vou ter variações de humor de cinco em cinco minutos;
- Não vou ter sempre paciência para o ensinar a fazer as coisas à minha maneira;
- Não vou ser sempre compreensiva quando ele me quiser ensinar as coisas à maneira dele;
- Não o vou achar o homem mais bonito do mundo todos os dias;
- Aliás, ao fim de muitos dias, tenderei a achar que me calhou o homem mais feio de todos;
- Vou ter saudades do dia em que o meu ordenado era só meu;
- Vou ter saudades de ter o frigorífico vazio, ou meio-vazio, ou meio-cheio, só com coisas que me fazem sentido;
- Vou ter saudades de ter os cremes todos organizados num armário só meu;
- Já tenho saudades de um guarda-fatos só para mim;
- Dias hão-de haver em que vou revirar os olhos quando ele quiser levar amigos lá a casa;
- Dias hão-de haver em que lhe vou cobrar nunca mais termos saído com ninguém;
- Vou lembrar-me muitas vezes da vida de solteira;
- Vou lembrar-me algumas vezes dos outros gajos;
- Vou ter saudades, não dos gajos, mas da pessoa que era com eles;
- Depois vou-me penitenciar por ter pensamentos impróprios, para no mês a seguir voltar a fazer o mesmo;
- Vou querer desistir;
- Ele vai querer desistir mas não vai dizer nada à espera que eu pense o mesmo e seja, antes, eu a desistir;
- Vou querer que o tempo volte para trás;
- Ou vou querer que o tempo ande mais rápido para a frente para ver se o que vem a seguir é melhor;
- Sei que um dia vamos ser mais amigos que amantes;
- Saberei mais tarde que isso é melhor que nem uma amizade ter;
- Vou querer ter mais tempo para mim;
- Vou ter saudades de estar só;
- Mais tarde, lá longe, sei que vou ter saudades de o ter, todo o tempo, comigo.

- Sei que o mais difícil vai ser o "para sempre".
- Sei que o mais fácil também.
- Mas até lá...


[Ninguém nos prepara para isto. Filhas-da-mãe das mulheres que não passam a mensagem umas às outras.]


10 comentários:

  1. Parabéns e felicidades.
    Decidiste casar agora amanha-te!
    Boa sorte, minha canita mai linda.

    ResponderEliminar
  2. Ahahah....
    Um novo capitulo, novas historias!
    That's life! ;)))))

    ResponderEliminar
  3. Querida DC, fizeste-me chorar.
    Desejo-te as maiores felicidades, do fundo do coração. Com tanta lucidez que demonstras ter, acredito que vai mesmo correr bem.
    Um beijo, de mulher para mulher.

    ResponderEliminar
  4. Tu escreves tão bem e com tanta naturalidade e facilidade sobre a vida e o amor que me deixas sempre sem ação...

    Um dia espero encontrar assim um amor. Não quero saber se ele é perfeito, se estar ao lado dele é sempre perfeito, mas que, no fundo, bem lá no fundo, mesmo naqueles dias em que não o consigo sequer ouvir (e ele ache que isto tudo é TPM quando não é), faça sentido continuar ao lado dele. Sempre. (Até lá vou esperando por ele...)

    ResponderEliminar
  5. Ama generosamente, e vice-versa, sem expectativas de ser perfeito ou imediato, e tudo correrá bem. Muito bem, aliás.

    ResponderEliminar
  6. Agora é agarrar o rapaz, deixares-te agarrar e mainada!

    Sê feliz, DC!

    Beijos. :)

    ResponderEliminar
  7. Fico um bocado aparvalhada com o vosso carinho.
    Obrigado a todos, com um abraço especial ao Pulha, que foi o culpado disto tudo :)

    ResponderEliminar
  8. Variações de humor de cinco em cinco minutos?
    És uma optimista;)
    Vai correr tudo bem,é claro*

    ResponderEliminar