quinta-feira, 30 de abril de 2015

Tragédia!

Matthieu Bourel


Tragédia!
Tragédia!
Oh, horrores!
O maior drama
das mulheres
É sofrerem 
De amores.

Que morra!
Que morra já!
O raio do trapaceiro.
Esse homem,
Esse mouro,
Que roubou um coração
Inteiro.

Que diabo!
Raios partam!
Tanto ódio
Em vez de amor.
Chama-lhe ele
Amor sincero.
Nega ela
Ser rancor.

Que tragédia!
Que tragédia!
Ser mulher
De mil amores.
Ter amargos de boca
Tantos,
Ter dores d'alma
Mil terrores.



Sem comentários:

Enviar um comentário