segunda-feira, 21 de maio de 2012

A menina do cabelo de azeviche




A menina de cabelo de azeviche chora todos os dias.
Chora por não ser feliz.
Chora por não saber o que quer dizer a palavra feliz.
Chora por querer ser feliz e não o conseguir ser.
Chora porque ninguém a faz feliz.


A menina do cabelo de azeviche e olhos de mel finge que é feliz todos os dias.
Finge que é feliz porque gostava de o ser.
Finge que é feliz por ser feliz ao fingir sê-lo.
Finge que é feliz para ninguém lhe perguntar porque não o é.
Finge que é feliz para que outras pessoas felizes gostem dela.


A menina do cabelo de azeviche, olhos de mel, e lábios de jaspe sorri todos os dias.
Sorri para não se notar que chora enquanto finge que é feliz.
Sorri para perceber o que faz uma pessoa feliz nunca chorar.
Sorri porque quer mesmo ser feliz em vez de fingir quando lhe perguntam porque não o é.
Sorri para que alguém tenha mais vontade de a fazer sorrir e assim nunca mais ter de fingir que é feliz, porque, finalmente, o é.





10 comentários:

  1. Não votei no inquérito mas sem dúvida, as "ficções" destacam-se!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!
      Creio que é o meu território mais natural.
      O caminho que mais gosto de percorrer.
      Isso acaba por se notar.
      Bjs

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Obrigada por alinhares também neste género.
      Bj

      Eliminar
  3. Ainda bem que sorri, ainda bem que não mais tem que fingir, ainda bem que tem alguém que tem vontade de a fazer sorrir, a essa menina de cabelos azeviche, olhos de mel, lábios de jaspe e coração tamannho...

    ResponderEliminar
  4. Faltaram os beijos, agora imprescindíveis...

    Raul

    ResponderEliminar
  5. A menina de cabelo azeviche (já agora onde fica? é de alguma república da ex-URSS?) deveria saber que todos temos que lutar para ser felizes e que há sempre coisas giras a acontecer independentemente do tipo de franja. Even if we die trying.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Parecias o meu irmão a falar :) Que, assumindo a sua preguiça de "Googlar" a palavra azeviche, me pediu um link da wikipédia.
      Por toda a estima que te tenho, e apesar de acreditar que conheces bem o sentido da palavra, aqui vai...http://pt.wikipedia.org/wiki/Azeviche
      Quanto à franja, já cresceu. Já vai longa e perdeu o horizonte recto e limitado. Soltou-se e agora vive frondosa num rosto que sorri. [Deixei de a alinhar todos os dias e dei-lhe a liberdade que merecia ;)
      Get it?]
      Bjs

      Eliminar
  6. Ser Feliz! Eis algo cada vez mais difícil no Tempo que corre e que parou para muitos. Ou que demora uma eternidade a passar, vá...((

    ResponderEliminar