domingo, 30 de março de 2014

Este adeus

Violeta Bubelyte




Se te fosses embora de verdade
Não dirias adeus

Sacudias-te do tempo
Deste espaço

Olharias para trás
Com a nuca calada

Se te fosses embora de verdade
Chorarias o fim

Desamada com as palavras
Exausta de arfar

Dirias um adeus com um aceno
Mas nunca te despedirias

De mim



Sem comentários:

Enviar um comentário